quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Boilog do Boi-bumbike




Boilog do BOI-BUMBIKE Work in Progress

Paralelamente à vida na corte do Império do Brasil, no século XVIII, os conflitos entre os escravos e os senhores nas casas grandes e senzalas do nordeste deram origem à cerimônia do boi-bumbá, que combina elementos das culturas indígena, negra e européia, festa que se disseminou por todo o país.

Na virada do século XVIII ao XIX, foi inventada na França a primeira forma primitiva de "bicicleta", sem guidão e sem pedal, que vem sendo aperfeiçoada até os dias de hoje. Sempre inspirada em animais de montaria, a bicicleta ganhou guidões e pedais nas décadas seguintes.


O Boi-bumbike representa a síntese do
BOI, um das principais forças de trabalho/transporte e fonte de alimentos, com a BICICLETA, incorporando sons nordestinos na forma de um "acordeão de sopro" que é a escaleta, e uma flauta-pife de um furo só.

Neste novo "folclore urbano", o Boi Bumbike se reporta a um boi preguiçoso que se aproveita da cômoda carona da bicicleta para tentar dormir o tempo todo do passeio, enquanto que o ciclista faz manobras radicais e toca seus instrumentos para tentar manter o boi acordado (sobretudo com os acordes da escaleta).

O personagem Boi-bumbike foi criado em 2008 por Leonardo Fuks, fundador da Cyclophonica Orquestra de Bicicletas, em parceria com o poeta de cordel Admar Branco, e sua história está sendo contada no present blog "Boi Bumbike Work in Progress".
Estamos aceitando todo tipo de contribuição poética e musical para a construção deste trabalho, inclusive aceitamos objetos para pendurar no Boi e no seu boiadeiro musical.

video

Nenhum comentário: